quarta-feira, 17 de Setembro de 2014

Este blog está em migração para www.profs.pt

Sem comentários:
www.profs.pt

segunda-feira, 15 de Setembro de 2014

Informação: O Blog está em migração para uma nova casa: www.profs.pt

Sem comentários:
O blog Educar &Portugal está a mudar, de nome e de sítio.

Agradeço a todos os leitores que a partir deste momento consultem os artigos publicados ou a publicar no novo sítio que progressivamente está a ser construído:




Obrigado

domingo, 14 de Setembro de 2014

BCE - A fórmula justa de resolver o imbróglio

Sem comentários:

A BCE nos moldes atuais é de um artificialismo sem paralelo na história dos concursos de professores.
A BCE é uma fraude de todo o tamanho, alimentada pelos adeptos da aldrabice.

A lista de ordenação já está feita. É a lista definitiva de ordenação da CI. Retirem os candidatos das renovações, ponham a rolar com as opções dos candidatos à BCE e publiquem os resultados.

Três dias e temos os professores nas escolas.

Este é o remendo ideal para resolver a incompetência da malta do MEC.

O resto, o tempo encarregar-se-á de resolver, nomeadamente por dentro de portas do MEC.


O problema não são os professores, o problema está em quem não sabe zelar pelos profissionais que tutela, o problema está no PROCESSO !...

sábado, 13 de Setembro de 2014

NÃO PRESTO??? O professor que não presta para a escola A e já presta para a escola B

1 comentário:
A Direção da escola A definiu que quer um professor que tenha lecionado numa escola TEIP (como se todas as escolas do país não tivessem alunos problemáticos nas suas fileiras!).

A escola B quer um professor de Biologia que tenha o maior número de anos de experiência no ensino independentemente de ter lecionado aqui ou acolá.

O professor concorre e, na escola A obtém 24 pontos, na escola B obtém 55 pontos.

Para a escola A este professor não presta, mesmo tendo 15 anos de serviço e já tendo visto um pouco de tudo, enquanto que para a escola B, este professor é que deve ficar porque é experiente e a sua idade diz tudo.

A escola B é TEIP, tal como a escola A!

A escola B é bem mais complicada no tipo de alunos que a frequentam do que a escola A.

Os resultados médios dos alunos na disciplina lecionada por cada um destes professores é o seguinte:

- Escola A – nível 2

- Escola B – nível 4

Constata-se que o professor que ficou na escola A (prof. A) andou a beneficiar de critérios manhosos da única TEIP onde tinha lecionado até aí. Que o professor da escola B (prof B) sempre foi colocado no concurso nacional nos anos anteriores.

A escola A está a dois Km da casa do felizardo. A escola B está a trezentos do sacrificado!

Constata-se que centenas de professores como o professor da escola B foram ultrapassados por brilhantes professores como o da escola A, os chamados malabaristas.

Um dia o professor da escola A será tão bom como o da escola B, mas ainda tem muito para andar! A a velhice não deve ser um posto, mas a experiência e o mérito académico sem dúvida que sim.

Mas esta equipa do MEC acha que não!

 E alguns diretores habituados à coisa esfregam as mãos de contentes!!!

Enfim, é este o fantástico mundo sonhado por Crato!

Enquanto os colegas lesados não se unirem e entrarem pelo MEC adentro com a comunicação social atenta, nada feito, o eu quero, posso e mando vai continuar contra os mais elementares direitos humanos, os que tocam na dignidade, na justiça!

O caminho parece estar feito. Há uns anos, quiseram mudar repentinamente e definitivamente o concurso de professores na sua totalidade para contratação de escola.

Como não o conseguiram, foram pela segunda via, a via tradicional, a coisa vai melhor se for devagarinho e com passos certos, pois o povo anda distraído e vai deixando a coisa andar. Então resolveram que o melhor mesmo era progressivamente ir dando autonomia às escolas. Primeiro 10, depois 50, depois 300 e um dia destes a totalidade dos agrupamentos. Assim a coisa vai lenta mas fica!

"A malta tem um problema, é muito, mas muito distraída, e nós, os políticos de ocasião, temos de aproveitar esse alheamento da luta, pois não é?!!!"

E o povo sindicalista, distraído, vai deixando rolar. E, rola que rola, o professor B entretanto fica desempregado. Mais à frente deixa de receber subsídio de desemprego e reconverte-se para uma qualquer caixa de supermercado. 

Entretanto, por um desses dias o Professor A vai ao supermercado e na caixa é atendido pelo professor B que lhe vai contando ao longo de dias a sua história e de como foi ultrapassado sucessivamente no concurso até chegar a mestre dos trocos.

O professor A, entretanto já vinculado automaticamente, muito compreensivo, diz-lhe:

- Ó colega, se eu soubesse o que era a vida de professor, tinha enveredado pela carreira de Caixa de Supermercado. Parabéns pela sua escolha !!! E saiu, muito, mas muito sorridente, com o carrinho cheinho de compras.

O professor B ficou inerte por algum tempo, até que um cliente da fila resoveu tossir sem vontade.

O professor deu um murro na tampa da caixa, levantou-se bruscamente, deixou os clientes na fila banzados, deu um berro, foi-se despedir e... EMIGROU!


Esta BCE é claramente o concurso do golpe final na colocação dos professores por concurso nacional baseado unicamente na graduação profissional. O GOLPE!



Vais deixar que isto te aconteça ou vais protestar no sítio certo?!...

quinta-feira, 11 de Setembro de 2014

O tempo é um bom input da ação

Sem comentários:
Quando tinhamos abandonado ideias sobre o que fazer com as nossas vidas, eis que surgem dados novos que nos levam a mudar de rumo. O tempo é um excelente conselheiro, e quando nos querem empurrar para o desespero, eis que surge vindo sabe-se lá de onde uma fantástica força que nos impele para a mudança. Se há momentos na vida que são de oiro, então devemos aproveitá-los para mudar o rumo.

Até um certo ponto somos tolerantes e calados ficamos, a bem da paz social. Mas no pico da vida quotidiana, no ponto crítico, é necessário dizer basta, há que mudar, pois ninguém é dono de nada nesta vida efémera. 

Há que avançar, dar o pulo, mexer com o potencial, enfrentar, chegar lá.

Por isso, este é um momento de viragem, pois a melhor forma de mudarmos contextos é estando no lugar certo!

quarta-feira, 10 de Setembro de 2014

O RAIO DO PROCESSO, AO CONTRÁRIO - O descalabro do ministro com colocações à pressa em resultado de um PROCESSO inquinado pela incompetência

Sem comentários:


Directores e professores relatam "situações inexplicáveis" que "apontam para erros" na colocação de professores

Estão a ser detectados "erros aparentes na colocação de docentes nas escolas" em cima da abertura do ano lectivo. Presidente do Conselho das Escolas diz que a confusão está lançada e teme que se esteja "perante a parte visível do icebergue".
In Público


Basta termos acompanhado o PROCESSUS DE CRATUS para percebermos a razão deste descalabro:


- As queixas dos diretores que não sabiam como preencher os formulários eletrónicos do PROCESSO;


- A rapidez com que as solicitações eram alteradas com correções em cima do joelho;


- As duas horas dadas para os diretores indicarem quem tinha componente letiva e quem não tinha;


- A má formação de muitos diretores que são colocados no cargo porque são bonitinhos e pronto;


- A politiquice da trampa que impera na nomeação destas caras lindas à frente de muitas direções sem qualquer formação de jeito para o efeito.

- O próprio MEC, com gente incompetente para conduzir todo o processo concursal, os boys, sobretudo, mas também os carreiristas de punho dourado e que já vêm dos tempos do PS à frente do governo;

- Um ministro que queria implodir e vai sair explodido!



Enfim, o PROCESSO de CRATO está INQUINADO e depois é isto!

De qualquer forma parabéns aos colegas contratados que ficaram colocados por erro, isto se não o tivessem conseguido de outro modo.


Afinal, tanta poupança, tanta poupança e, por erro, Crato acaba por dar umas migalhinhas. Só por isso já tem lugar marcado no paraíso - à porta!


Cá na Terra ainda vai sendo o inferno para quem dele depende.


Por isso, obviamente há que demiti-lo e depressa!





terça-feira, 9 de Setembro de 2014

O REUMATISMO DOS DIRIGENTES SINDICAIS E A AUSÊNCIA DE VONTADE DE IR PARA A RUA LUTAR

1 comentário:


Só existe uma explicação para não vermos com frequência os dirigentes sindicais a protestar à porta do cemitério, digo, do ministério!

A idade avançada dos mesmos dirigentes de sempre, das caras cristalizadas no sindicalismo, do botox ao fim e ao cabo, explica a recusa de ir à luta sem estar à espera de professores para os carregarem às costas.

As Lilis sindicais, não conseguem dar lugar aos novos e depois é isto, protestos zero, não vá o diabo tecê-las e o MEC os mandar de volta para a carga de trabalhos que é uma sala de aula real, a que o Alzheimer apagou pelos longos anos de degredo no paraíso.

Estamos perante uma série de ostras sindicais que não defendem a classe com a garra necessária, mas agarram-se ao sítio na rocha da hipocrisia para daí nunca saírem a não ser por limite de idade.

Certo é que o grau de diminuto respeito da sociedade pelos professores deve-se ao animal - à porca política, que quão abutre esfomeado se aproveita da flacidez das carcaças destes anciãos e da sua frágil condição de dependência para manterem o lugar quentinho de sempre, o lugar anti-reumático, o bom remédio!

Reinam no mundo sindical uma espécie de monarquias absolutas, dependentes de cotas variáveis consoante se portem bem ou mal. E por isso têm de se portar bem!

Neste contexto, nada podemos esperar do sindicalismo submisso!

De facto, o que se pode esperar quando é preciso protestar com veemência, se preciso na rua, pelos mais frágeis da classe?

Protestais, passamos a vossa cota para um décimo!

A porca política!!!

Não o diz, mas... está implícito!

Não teremos nunca um sindicalismo ativo, sem reumatismo, com refrescamento, se a intenção de permanecer no lugar for a causa mais importante, a primeira!

Assim, colegas, não temos motivos para nos sentirmos defendidos dos delírios da porca da política. E isso sente-se todos os dias, dentro ou fora das salas de aulas.


A única vantagem é que podemos sempre saber com o que não podemos contar!






segunda-feira, 8 de Setembro de 2014

Listas de colocação amanhã: às 10h ou às 23:59:59 ???

Sem comentários:


Tu sais, tu ficas, tu sais, tu sais, tu sais e tu podes ficar. Mas vós todos tendes de sair!


Crato diz que é amanhã, com pompa e circustância, como se amanhã fosse o dia ideal, depois da pouca vergonhice dos últimos dias.

 E as organizações sindicais continuam a comer caladas!

Amanhã, veremos a "prenda" de Crato!

Entre dentes: EstamosTRAMADOS pá!!!

Sem comentários:

do Arlindovsky

Consegui há dois minutos uma foto do informático da DGAE

Sem comentários:

Estou aqui pendurado do lado de fora da janela do gabinete do informático da DGAE, no 8.º andar, prestes a cair, mas ainda consegui esta foto!

O TELEFONE SECRETO DA DGAE - A via privilegiada para protestares!

Sem comentários:

 Estou... está lá, está não está??? Não, não está!

Agora

Estou, está lá não está?

Sim está, já está... piiiiiiiii!

Então e as listas, pá, saem ou não saem???

(gravação): BEM VINDO AO CENTRO DE APOIO À VÌTIMA!!!


Vão publicar ou querem alargar a vossa loucura aos professores que querem trabalhar?

Sem comentários:


Raios, se daqui a cinco minutos não puserem as listas cá fora, havemos de jogar cartas convosco no manicómio!

 Mas, digo-o já, isso é batota!!!

ATRASO NA SAÍDA DAS LISTAS????!... A CULPA É DA TECNOLOGIA DISPONÍVEL

Sem comentários:

E de resmas de bytes de incompetência, disponível e acumulada na memória destas mentes rígidas!!!

Quem ficar colocado deve festejar, quem não ficar festeje na mesma por a rolha ter acertado num olho do Crato

Sem comentários:


festejem, com força!

domingo, 7 de Setembro de 2014

Os soldados da fortuna - o LIDL, quem diria!

Sem comentários:

Paisagens - no topo do mundo, acima de todas as preocupações

Sem comentários:



Assim é que deve ser, com ar sereno, o mundo é todo dele. Vamos aprender com ele!

STRESSE? Naaaaaa!!!

Sem comentários:

Vamos pensar só nisto, sem listas, sem mais nada. Só assim nos libertamos desta estúpida espera provocada por tanta incompetência...

Nem que seja por breves momentos, convido-os a tomar um banho, a beber um sumo tropical, a saborear o sol do Pacífico na minha ilha. Sois os convidados de honra!

Os meus seguranças encarregam-se de não deixar entrar o Crato!


A face da outra moeda

Sem comentários:

Face Oculta



É certo que o calcanhar de Aquiles deste processo já foi agarrado pelos advogados de defesa


A FACE OCULTA - OUTRA FACE DA MOEDA


A imposturice e a cenoura

Sem comentários:

A questão que se coloca é se a norma travão vai colocar alguém nos quadros e qual a faixa etária dos vinculados.

 Crato devia respeitar os velhos professores contratados que tanto deram ao sistema, que basicamente são todos os professores contratados e desempregados depois de o terem sido durante anos a fio.

Mas Crato quer deixar andar, dar o coice à Comissão Europeia, vincular dois ou três professores de 69 anos!



O ROUBO À DESCARADA DO MISERÁVEL AOS MISERÁVEIS

Sem comentários:


"(...) nas situações em que se estiver perante uma situação de renovação do contrato de trabalho a termo resolutivo, nos termos do n.º 3 do art.º 42.º do Decreto-Lei n.º 132/2012, na redação dada pelo Decreto-Lei n.º 83-A/2014, não há lugar ao pagamento da compensação por caducidade do contrato.
Esclarece-se ainda que, os docentes contratados até 31 de agosto, que venham a ser integrados no quadro de escola ou quadro de zona pedagógica, não têm direito ao pagamento da compensação por caducidade uma vez que celebram um contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado, mantendo-se numa solução de continuidade, com vínculo à entidade empregadora pública (MEC); "


Ai, Crato, Crato... estás no inferno a arder!


Ontem estive na Assembleia Geral da ANVPC

2 comentários:


Fiquei impressionado com a vontade dos presentes em continuarem a luta.

Impressionado pela simpatia com que fui recebido.

Impressionado com as ideias que ouvi para a luta futura.

Impressionado pelo não baixar os braços, pois a razão está do lado dos colegas contratados.

Ontem deixei um cargo, mas com a certeza que os mais jovens perceberam a razão desta luta e a incorporaram.

Ontem estive lá e despedi-me, agradado por saber que a ANVPC ficou em boas mãos.

Muita força a quem vai continuar com esta missão!

A imagem que Crato tem de si

Sem comentários:







Mas que vai durar pouco!

A imagem não está para brincadeiras, come tudo o que vê à frente...





sábado, 6 de Setembro de 2014

MEC avança com bolsas de 1500 euros anuais para levar mil alunos para o interior do país

Sem comentários:
http://www.publico.pt/sociedade/noticia/bolsa-de-1500-anuais-para-mil-alunos-irem-para-o-interior-1668863

Saída das listas - aposto que serão publicadas na 2.ª feira

Sem comentários:

Pois o MEC emitiu uma nota informativa que permite às escolas a requisição de fundos até dia 10.

 Como os candidatos à MI têm até 48 horas para se apresentarem, logo até dia dez já estarão nas escolas. Resta saber se vão fazer sair as listas dos professores contratados também nesse dia.

 Era mais que justo que assim fosse!

 Claro que teremos Crato a cantar fininho de que a palavra estava cumprida nos termos dele.

 Mas, a bem dos professores, todos, que cante a cantiga até ao fim, desde que se acabe com o martírio da espera do costume sem aviso prévio como é costume, respeitando os costumes de silêncio sindical sobre o assunto em parceria com a arrogância deste MEC.

Assim ficam todos felizes, menos aqueles colegas que não ficarem colocados e os que ficarem com umas míseras migalhas, digo, horas, que os façam pagar para trabalhar.

 Enfim o costume costumeiro!

Mas que saiam... que saiam e depressa!


A emenda da Fenprof - será que fizeram tudo o que podiam ou uma manifestação de rua de desagrado pela situação não teria sido mais eficaz?!

Sem comentários:

Fica aqui o comunicado, que sempre vai esclarecendo alguma coisa, mas que pouco resolve:



" FENPROF apresenta propostas para resolver ou atenuar problemas que se abatem sobre os professores e as escolas

Face à situação de enorme confusão gerada em torno da apresentação de candidaturas à Bolsa de Contratação de Escola, a FENPROF esteve presente em 5 de setembro, pelas 14:00 horas, numa reunião, agendada a seu pedido, com o Diretor-Geral da DGAE, a fim de aí procurar apresentar propostas com vista à resolução ou atenuação dos problemas mais prementes identificados.

A delegação da FENPROF começou por apreciar muito negativamente a situação atual em matéria de colocação de professores face ao inaceitável atraso que já se regista, às confusões e constrangimentos associados à formalização de candidaturas à Bolsa de Contratação de Escola e ao mais recente episódio de notificação das direções das escolas para procederem à retirada de docentes da 1ª prioridade da Mobilidade Interna em razão de já lhes poder ser atribuída componente letiva.

Relativamente ao atraso nas colocações, o responsável máximo da DGAE refugiou-se na tese de que tal atraso é um resultado inevitável de o concurso ter sido lançado em maio, um mês após o seu normal arranque, nada adiantando quanto à previsível data em que poderão ser publicadas as listas definitivas de colocação.

Quanto ao exíguo prazo (de duas horas, no máximo) e ao horário (entre as 20 e as 22 horas do dia 4 de setembro) dado às direções das escolas para retirar docentes da mobilidade interna, através de uma orientação que nem sequer chegou a todas as escolas, a FENPROF exigiu da DGAE que abrisse um novo prazo para aquele efeito.

A DGAE não acolheu esta exigência, apenas se comprometendo a fazer regressar os docentes (que assim o desejarem) às suas escolas de colocação inicial, nos casos em que nelas se confirme a existência de horários que lhes possam ser atribuídos.

A solução que a DGAE diz querer aplicar criará mais perturbação às escolas, atrasando a colocação do docente na escola em que ficará, e obrigará a escola em que o professor tinha sido colocado a aguardar por nova colocação.

Sobre o concurso à bolsa de contratação de escola, a FENPROF apresentou um largo conjunto de questões para esclarecimento e propostas, aí se destacando as seguintes:
A exigência de ser novamente prolongado o prazo para a formalização de candidaturas, caso se confirme a existência de docentes que, por razões alheias à sua vontade, em razão da inevitável morosidade do preenchimento das candidaturas e dos constantes constrangimentos a que a aplicação esteve sujeita, se viram impossibilitados de o fazer no prazo já estipulado. Sobre isto, o Diretor-Geral a nada se comprometeu.


Qual o tempo de serviço relevante para efeito do cálculo da graduação, o prestado até 31-08-2013 ou o até 31-08-2014? Os responsáveis da DGAE esclareceram que, inequivocamente, é o prestado até 31-08-2013.


No âmbito do preenchimento das candidaturas, como poderão os candidatos responder às questões relacionadas com subcritérios especificamente associados a determinados agrupamentos de escolas/escolas não agrupadas (exemplo: conhecimento do projeto educativo do agrupamento) quando desconhecem quais destes/as os exigem, sem correrem o risco de serem acusados de terem prestado falsas declarações? Problema semelhante coloca-se no caso dos docentes que se candidatam a mais do que um grupo de recrutamento quando são confrontados com a questão “tempo de serviço prestado no grupo”. Os responsáveis da DGAE, embora tenham afirmado que os docentes não poderão ser acusados de prestar falsas declarações ou serem prejudicados, não garantiram que as colocações não venham a ser anuladas caso a resposta a esses subcritérios tenha sido involuntariamente incorreta. A FENPROF discorda desta “solução”, pois tal situação decorre da aplicação eletrónica não ter sido adequadamente concebida.


A remoção de subcritérios ilegais (exemplo: tempo de serviço prestado no agrupamento), e que já assim foram considerados pela DGAE em informação que tem feito chegar às escolas desde há dois anos, para efeito de ordenação dos candidatos à bolsa de contratação das escolas que os submeteram. A DGAE comprometeu-se a retirar tais critérios no caso de confirmarem a sua existência.


A obtenção de uma colocação numa dada escola determina a retirada automática do docente nela implicado de todas as bolsas de contratação a que, neste âmbito, se tenha eventualmente candidatado? A DGAE esclareceu que retiraria apenas os docentes colocados em horário completo e somente durante o período de contratação estabelecido.


A colocação no âmbito da contratação inicial ou da reserva de recrutamento determina a retirada do docente nela implicado da Bolsa de Contratação de Escola a que, eventualmente, tenha sido opositor? Também aqui a DGAE esclareceu que essa retirada só se efetiva nas situações de colocação em horário completo.


Regresso dos docentes à reserva de recrutamento no final de contratos temporários que tenham eventualmente celebrado no âmbito de colocação obtida em sede de contratação de escola ou Bolsa de Contratação de Escola. A DGAE aceitou o retorno do docente no caso de a colocação temporária decorrer da Bolsa de Contratação de Escola, mas não no caso de a contratação temporária resultar da contratação de escola.

Adicionalmente, a FENPROF colocou, ainda, o problema das colocações de docentes nos Conservatórios de Música e Dança, dado que não foram ainda publicadas as listas definitivas de colocação relativas aos concursos externos extraordinários em curso nestes estabelecimentos, questionando a DGAE sobre quais os motivos que justificam esta situação, tanto mais que uma boa parte dos horários aí disponíveis serão preenchidos mediante contratação, a qual só pode desencadear-se após concluído os citados concursos externos. A este propósito, a DGAE informou que aguarda a produção das listas definitivas de ordenação e exclusão, que diz ser da responsabilidade das escolas, e só depois poderá divulgar as listas definitivas de colocação.

Além disso, informou ainda que, em resultado da interposição de providência cautelar, estão provisoriamente suspensos os procedimentos relativos aos concursos dos Conservatórios de Aveiro e de Braga, e pretendendo a DGAE divulgar em simultâneo todas as listas definitivas de colocação, tal poderá determinar um ainda maior atraso em todo este processo.

A FENPROF defendeu a rápida tomada de decisão por parte da DGAE de modo a que, em qualquer circunstância, seja defendido o superior interesse daqueles estabelecimentos e das comunidades educativas que eles servem, propondo, desde já, que sejam de imediato desbloqueados os procedimentos atinentes aos concursos não suspensos.

O Secretariado Nacional da FENPROF
5/09/2014 "

sexta-feira, 5 de Setembro de 2014

O HILARIANTE COMUNICADO DA FENPROF SOBRE A REUNIÃO DE HOJE À TARDE

2 comentários:


FENPROF reuniu hoje na DGAE com propostas para atenuar problemas criados pelo MEC

COLOCAÇÃO DE PROFESSORES: NOVAS CONFUSÕES E ATRASOS RELEVAM IRRESPONSABILIDADE, INCOMPETÊNCIA E DESRESPEITO

A colocação de professores para o ano letivo que se inicia a partir da próxima semana nunca conheceu atraso tão grande como este ano, a que acrescem as mais variadas situações de improviso que poderão provocar prejuízos irreparáveis a muitos docentes.
(...)
Face à situação problemática criada pelo MEC, a FENPROF reunirá hoje pelas 14 horas na DGAE/MEC para apresentar propostas que visam solucionar alguns dos problemas identificados. Nela proporá, (...)


Comentário à comédia:

Ou seja, a bota não bate com a perdigota neste comunicado à pressa e que não diz rigorosamente nada. De facto, a Fenprof diz no título que reuniu, mas a vontade de não esclarecer sobre datas de saídas de listas e outros assuntos que certamente tiveram de ser tratados, parece ser tão grande que se pega num texto que anuncia a intenção reunir quando já se reuniu, portanto uma clara intenção de regresso ao passado!

Hilariante esta organização sindical e a vontade de esclarecer os professores que sofrem as agruras da espera desesperada.
Ou o almoço-reunião foi farto e bem regado, ou a Fenprof está em completa decadência!

Os professores têm de ser respeitados, mas não é com atitudes destas, de sonegação da informação do que realmente foi dito, mas sobretudo perguntado, que se cria confiança em quem é pago para defender a classe docente, em particular a franja mais frágil, os professores contratados. Mas não só (e isto é mesmo uma inovação no modus operandi destes sindicalistas acomodados), pois agora também os próprios professores dos QZP e em geral os do quadro que pedem DAR ficam afetados por esta forma descarada de absoluta não informação sobre o que se vai passando, o que se pede e as respostas dadas de quem realmente pensa que manda nisto tudo e que pode fazer o que quer, sem datas, sem esclarecimentos, sem mais nada!

Começa a parecer que as demissões não devem ser só pelo governo!

ALMOÇO-REUNIÂO FENPROF-MEC

Sem comentários:

Bon apetit!

Je sais que vous etes tres content avec une reunion de resultats imprevisibles!

Nós, os desdentados aguardamos com entusiasmo um resultado mais que previsível, que culminará com o anúncio mais ou menos fantástico da hora de saída das listas!

O anúncio de que afinal está tudo a correr como o previsto no... PROCESSO!

Mas precisávamos era de outra coisa, não de arranjinhos.

Disto:



e não daquilo:


Em todo o caso, bon apetit!


Foi em setembro. Sim, eu sei, que tudo são recordações!

Sem comentários:
Cheira-me que os professores contratados vão ficar à espera do dia 23 de outubro para receberem o seu salário incompleto do mês de setembro - é preciso pressionar o MEC para que tal não aconteça - 

Adivinha: o que é que disseram a FNE e a FENPROF sobre isto?

NADA!

Fim de post



Sim, eu sei, foi em setembro!


Nota LONGA: Este foi o post mais simples que publiquei até hoje, seguramente o mais doloroso de publicar, mas também de ler para os professores contratados que o lerem, pelo despertar de alguns para o pesadelo, sobretudo para aqueles que vivem já no limite do aceitável ou abaixo disso, muito abaixo!



PS: Este post foi publicado em 4ago2013, mas pela atualidade, aqui fica.

OS TESTEMUNHOS DA INSANIDADE - junte-se ao PROCESSO

Sem comentários:
http://www.tvi24.iol.pt/videos/video/14186622/1

O fantástico passado de Crato, o Maoista

Sem comentários:
Os homens também se enganam!

Será que Crato não está agora também enganado por ter escolhido ser ministro?

Será que Crato está para dar outro pinote?!

Será que Crato se demite, e dá este grandessíssimo SALTO???

Crato é homenzinho para isso e muito mais!

Hummm!



Uma coisa é certa, Crato já sabe por experiência própria que de facto...

... O POVO É INVENCÍVEL !!!

NÃO TENHO DÚVIDAS, AS LISTAS ESTÃO PARA SER PUBLICADAS EM BREVE

5 comentários:

FENPROF reune hoje, 5 de setembro, às 14H00, com a DGAE

Face aos inúmeros problemas existentes com a candidatura à bolsa de contratação de escola em curso e perante a existência de várias situações do próprio concurso, cujas têm suscitado muitas dúvidas formuladas pelos professores (até de ordem legal), a FENPROF solicitou, com caráter de urgência, uma reunião à DGAE.
Do contacto realizado com a DGAE ficou agendada uma reunião para as 14H00 de hoje, 5 de setembro, de cujos resultados será dada a devida nota pública.
O Secretariado Nacional


Quando se aceita uma reunião é para dar boas notícias, caso contrário faz-se esperar o sindicalismo à porta durante meses a fio.


E o sindicalismo parece gostar das duas coisas!

E o governo aprecia este sindicalismo.

É o país perfeito, com conflitualidade reduzida ao essencial, politicamente correto.

Assim, ninguém se deve preocupar com a saída das listas, por que vão mesmo sair, agora ou depois... Mas cheira-me que é agora, pois o costume está para acontecer!

A BESTA DA VESPA !

Sem comentários:






Confirma-se, já chegou e instalou-se num grande vespeiro na 24 de Julho!

Boa viagem!

Sem comentários:

Compensações aos professores vão ser pagas ainda este mês

Prazo para aceitarem rescindir com o Estado termina na próxima quarta-feira, dia 10

in TVI24

Boa viagem colegas, dêem lugar aos novos, precisamos de empregos e de mais e mais filhos. Já agora ajudem com parte ou todo esse dinheiro os filhos que estão sem vos poder dar netos, aumentando a população e o número de alunos nas nossas escolas. É um investimento no futuro! 

Publicação das listas eminente?

Sem comentários:


MEC liga a directores escolares à noite dando-lhes duas horas para evitarem horários-zero


Ministério da Educação pede aos directores para indicarem os nomes dos professores sem componente lectiva a quem, entretanto, se tornou possível atribuir turmas, para os retirar do concurso de colocação. "Surreal" avalia um dos dirigentes contactados.
in Público



Só que depois há isto(!):


INQUÉRITO DE (IN)SATISFAÇÃO (??????)


NÃO há eventos por estes dias, e pronto não chateiem mais. É o PROCESSO carago!!!


quinta-feira, 4 de Setembro de 2014

11 de Setembro - O PROCESSO DE KRAFTO

2 comentários:


Juíz:
Está aberta a sessão. Pronuncie-se o advogado de acusação!

Advogado de acusação:

Sem professores colocados, Crato vai desabar.
Sem listas cá fora, Crato vai ruir,
Sem escolas a funcionar, Crato em desgraça vai cair.
Sem o PROCESSO a resultar, Crato vai tombar.
Sem Crato, isto há-de resultar.
Fora com o Crato, fora!!!

Advogado de defesa:

Mas, Crato só quer governar, senhores jurados, ele é inocente!


Advogado de acusação:

Crato é incompetente para governar!


Advogado de defesa:

Mas Crato não tem culpa de pertencer a um governo que lhe impõe incompetência!


Advogado de acusação:

Senhor juíz, peço a suspensão deste PROCESSO e a sua integração no PROCESSO mais alargado de demissão deste governo. Peço ainda que Crato seja dado como insano, pois só esta condição é que explica que o réu se deixe conduzir por um governo de loucos!


Juíz:

Aceito a loucura induzida do réu. O PROCESSO será alargado ao manicómio!

Junte-se ao PROCESSO as provas factuais deste PROCESSO DE KRAFTO.

A lista dos réus do novo processo sai no dia 11 de setembro de 2014.

O réu tem alguma coisa a declarar?


Crato (com um olhar vazio, sem nomes, sem listas, só com PROCESSOS na cabeça):

Quero... quero, quero, Oh se quero!

Quero dizer uma coisa senhor juíz.

Quero pedir perdão às vítimas e aos seus familiares por os ter feito sofrer pela espera das listas, pelo desemprego, pelas calúnias, pela estúpida da PACC, pelos mega, pelos cortes na EVT, pela poda nos curriculos, pelo afastamento da escola das populações, enfim senhor juíz, por todo este... (pausa... lágrimas, muitas... lábios a tremer...) ... por todo este... PROCESSO!!!

Choros, gritos, atira-se para o chão a berrar. De meter dó!


Juíz:  Guardas retirem o réu da sala imediatamente e conduzam-no ao manicómio para ser medicado e adormecido.

Está encerrada a sessão! PUM!!!




(Nota de autor: qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência!)


quarta-feira, 3 de Setembro de 2014

Um autêntico suicídio político: OBVIAMENTE, DEMITA-SE SENHOR MINISTRO!

Sem comentários:

Obviamente, demita-se senhor ministro!

Depois de ter dito que tudo isto é um processo (que conduz ao precipício).

Depois de ter declarado o Estado de Normalidade em cima do caos.

Depois de julgar ter enganado a Comissão Europeia com uma vinculação fantasma anunciando uma norma travão que mais não é um travão à entrada nos quadros dos professores contratados.

Depois de ter implementado uma PACC à pressa e declaradamente atentatória dos mais elementares direitos dos cidadãos.

Depois de ter podado o sistema de escolas de proximidade das populações.

Depois de uma reforma curricular que atirou para o desemprego milhares de professores bem experientes e que faziam falta ao sistema.

Depois da criação dos mega que vieram trazer o caos às escolas na parte que mais influencia a qualidade do ensino ministrado, a sua organização pedagógica.

Depois desta gota-avalanche de incompetência na BCE...


Depois de fazer tanta asneirada, a Crato só resta uma saída  – DEMISSÃO!

PSD-Madeira proíbe a entrada nas suas sedes a jornalistas, não militantes e animais

Sem comentários:



PSD-Madeira proíbe a entrada nas suas sedes a jornalistas, não militantes e animais.

Por cá os animais impedem a entrada dos professores contratados no quadro.

Parece que é mais civilizado!...

LISTAS DE COLOCAÇÃO: porquê esta louca espera?

Sem comentários:


Não se compreende porque é que o MEC não publica as listas de colocação da Mobilidade Interna a pretexto da conclusão do programa de rescisões amigáveis (?) (até por aí muita gente anda zangada e com razão!).
 Senão vejamos:
- As vagas deixadas por estes velhos colegas que rescindem mesmo que não sejam ocupadas pelos cidadãos que agora concorrem à mobilidade podem sê-lo mais tarde pelos poucos que agora não consigam colocação quando sair a primeira reserva de recrutamento em simultâneo com a CI.
Assim sendo, o argumento de que os colegas contratados iriam “apanhar” uma vaga que poderia ser para um professor com horário zero, por exemplo, logo cai por terra.
Portanto, meus senhores, que louca espera é esta?
É O DESCONTROLO TOTAL NA GANÂNCIA DE ECONOMIZAR UNS TOSTÕES QUE DEPOIS LOGO  CUSTAM UNS MILHÕES!

Mais uma vez, Crato e governo no seu pior!

terça-feira, 2 de Setembro de 2014

Arquivo do blog: AS LISTAS DE CRATINDLER: É ISTO QUE QUERES PARA O TEU FUTURO, OU VAIS FINALMENTE LUTAR?!

Sem comentários:


Colocados e não colocados, destas listas depende o futuro de muita gente, ou... talvez não!

O futuro faz-se com luta, com armas certeiras, com participação ativa, na rua se for preciso.

Vamos usar as armas necessárias, sem restrições pautadas pelo politicamente correto.
 Nas guerras pela sobrevivência só se deve mesmo atender à Convenção de Genebra.

 O resto, costuma ficar à consciência de cada um.


 Mas, o inimigo que se cuide, pois os professores contratados atingiram o limite, ultrapassaram-no e já estão longe dele!


(NOTA DE AUTOR: dadas as circunstâncias de estagnação da precariedade docente,  de tempos a tempos é necessário reavivar a chama da indignação.)


A primeira oportunidade para mentir à descarada

Sem comentários:



Primeiro debate entre Seguro e Costa é na TVI

Dia 9 na TVI, dia 10 na SIC e dia 23 na RTP, assim ditou a sorte.


 Jorge Coelho reuniu hoje com os diretores de informação das televisões e os detalhes dos debates das primárias do PS já estão acertados .

Ler mais: http://expresso.sapo.pt#ixzz3C9CUdSU2


Ora aqui está, os atores combinaram o cenário de mais uma peça de assalto ao poder que nos há-de levar ou a um novo socratismo ou a um mundo de coisa desconhecida. Vá lá o diabo e escolha!

Não percamos tempo com balelas! O que interessa é o que virá mais à frente... 

A PACC de volta! Agora sem dispensas!

Sem comentários:


Moedas vai a exame para comissário europeu

O novo presidente da Comissão Europeia começa esta terça-feira a avaliar um a um os candidatos a Comissário Europeu. Fontes comunitárias admitem uma "pasta relevante" para Portugal.

Ler mais: http://expresso.sapo.pt#ixzz3C99oTvWy

Números da pobreza a crescer entre os jovens

Sem comentários:


"Cerca de 30 % dos jovens portugueses entre os 20 e os 24 anos estão em risco de pobreza, revelam dados recentes do Eurostat. Os especialistas dizem que os números "são dramáticos, mas nada surpreendentes".
in JN

Pois tal como planeado são as gerações mais velhas que suportam as mais novas numa adolescência que agora dura até aos cinquenta!

Claro que tem as suas vantagens, pois tal como desejado as restantes fases da vida também podem sofrer um influência positiva ao prolongarem-se nos patamares acima desta adolescência forçada.

Por outras palavras,
 devemos ficar agradecidos  a quem nos governa por este maravilhoso prolongamento do nosso tempo de vida.

Afinal, no meio de toda esta austeridade, encontram-se boas novidades, pois não?!


segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

A ANORMALIDADE NORMAL DE UM GOVERNO DE CATRAIOS SUGADOR DE FÔLEGOS

Sem comentários:
Imagens engraçadas - O professor ficou muito cansado na aula


Cá está ele, o novo ano escolar, cheio de atrasos e vazio de boas novidades!

Aos mandadores caber-lhes-ia animar as hostes, de preferência com notícias de esperanças consumadas.

Mas esta malta que se instalou no poder nem uma boa nova sabe anunciar, pois tudo vai dar ao mesmo - à austeridade.

Há dez anos que os salários resultantes das não progressões na carreira estagnaram, aumentos salariais numa década resumiram-se a um parco aumento por engano no governo anterior.

 Os professores ficaram reféns de um certo politiquismo avesso a aumentos de salários na FP.

Agora resta-nos esperar pela queda de mais este governo, antes ou no dia do juízo final, o das urnas, onde haverão de ser enterrados bem fundo para mergulharem nas trevas mais negras do que as que fizeram o nosso povo passar nos últimos três anos.

Quem vier a seguir que se cuide!


terça-feira, 19 de Agosto de 2014

18/AGOSTO/2014, uma data a recordar por muitos. Para os outros colegas, O DESEJO QUE CONTINUEM A LUTA, POR VÓS E PELOS VOSSOS

Sem comentários:
PARABÉNS A QUEM VINCULOU!

Aos colegas que não vincularam, um desejo:

- NUNCA PERCAM O ÂNIMO PELA LUTA, SÓ PERSISTINDO COM INTELIGÊNCIA NESSA LUTA É QUE ALCANÇARÃO A VOSSA ESTABILIDADE.

NÃO FIQUEM SENTADOS, ISSO NÃO BASTA!

A LUTA ESTÁ A MEIO, MUITO FALTA PARA FAZER, MAS MUITO JÁ FOI FEITO COM SACRIFÍCIOS PESSOAIS INCALCULÁVEIS.

Quem quiser mudar o rumo terá de escolher caminhos, traçar estratégias, definir metas.

 Isto faz-se com perseverança,  com previsão de reações de a quem se recorre e de quem governa.

A agressividade pode ser incómoda para muitos, mas há momentos ou fases da vida que não se alteram se não for com uma guerra ao conformismo, à hipocrisia.

Esta luta não é para todos, mas deve ser feita por todos, sem parasitismos como daqueles que se achando bem posicionados deixam o tempo passar para  os que lutam lhes fazerem chegar o bolo tão desejado - mas tal é indigno, improprio de homens e mulheres de cabeça bem levantada, tal não passa de pequenez mental.

Por fim, dizer que lutei 18 anos por um objetivo que finalmente foi conseguido.

 Foram tempos difíceis, de muita incerteza ano a ano, de muito sofrimento, mas também de muita luta!

Recentemente, no decorrer dessa batalha, cruzei-me com um conjunto de colegas contratados que, inconformados com a sua sorte, comigo fundaram a ANVPC, a quem também agradeço, em particular ao César Israel Paulo e ao Pedro Vieira, e a toda a nossa equipa que se esforçou ao máximo para chegarmos onde chegamos.
Infelizmente para estes colegas a vinculação ainda não chegou, e bem a mereciam! Mas, conhecendo como os conheço, irão em breve atingir esse objetivo!...

Esta luta tem de ser continuada por todos aqueles que ainda não atingiram o objetivo de vincular.

Não fiquem parados, lutem, lutem e lutem!

Levantai-vos hoje de novo!!!

Jorge Costa

quarta-feira, 13 de Agosto de 2014

JUSTIÇA DIVINA - PACC - O PECADO MAIOR !

Sem comentários:


Imaginemos que através dos maus resultados obtidos na PACC Crato consegue eliminar cinco professores com menos de cinco anos de serviço, porque dos oito elegíveis para o CEE que segundo o Arlindo reprovaram na famigerada prova, três conseguem passar para os aprovados nas reclamações da dita cuja.

Imaginemos que esses cinco eram professores que tinham concorrido ao abrigo da cota de deficiência.

Imaginemos que infelizmente dois eram cegos, outro surdo, outro com graves limitações de mobilidade e o colega tetraplégico.

Imaginemos que, na sua vã glória, Crato consegue eliminar todos estes candidatos à docência, os quais até já lecionaram com resultados fantásticos dos seus alunos, e nem considerando as limitações dos mestres.

Imaginemos agora que Crato abre os jornais no dia seguinte e lê as gordas de relance parando na que diz:

PROFESSORES DEFICIENTES PURGADOS DAS ESCOLAS: Crato, o cretino, capacitou-se que concederia competência capacitativa quando candidatos competentes conseguissem cumprir com classe… a PACC !!!

Imaginemos que, mesmo que fosse verdade, Crato não se importava com nada disto!

Crato quer provas, em todo o lado, a todo o custo!

Mas saberá Crato que a maior prova de competência é a de saber ouvir e tirar lições dos erros cometidos?

A purga só servirá para cometer injustiças, porque Crato, o jovenzinho acabado de sair da faculdade, cometeu certamente imensos erros ortográficos.

Que bom seria vermos um destes dias publicado na imprensa um texto de Crato o jovem ou de Crato o velho, apenhado de erros ortográficos. Eles estão lá num qualquer texto escrito com todas as suas capacidades físicas e mentais ao máximo, mas… com sérios erros ortográficos.

Crato seria professor se tivesse realizado uma PACC que só avaliasse os seus erros ortográficos? Nunca o vamos saber, mas algures, num qualquer caderno de apontamentos do Crato, numa qualquer prova que ficou esquecida num arquivo da faculdade está a resposta a esta inglória questão.

E, para quem acreditar, imaginemos, Deus Nosso Senhor um dia a chamar Crato junto de Si e dizer-lhe:

- Crato, lembras-te daqueles cinco jovens deficientes que eliminaste com a tua foice, perdão (Deus a pedir perdão ao Crato!!!...), com a tua PACC. Ainda não vieram, mas já têm lugar no paraíso!

E Deus, pausadamente como é característico, continua  o seu discurso escrevendo ao mesmo tempo, como o gosta de fazer, numa tábua, com alguns erros ortográficos, e isto tudo à vista dos olhos de Crato!

E diz:
- Sabes Crato, entretanto aprenderam a escrever sem se esquecerem da pontuação. O cego tornou-se um escritor famoso com direito a Nobel. O professor surdo é o interprete gestual das Nações Unidas mais solicitado para a área da educação. O tetraplégico é o físico teórico mais conceituado do mundo e até já descobriu vários dos meus mistérios. O da cadeira de rodas (gosto de os tratar pelos nomes), o Pedro, é bom como raio no cálculo matemático, tendo-se tornado o Matemático mais solicitado pelas equipas de investigação de todo o mundo. Quando vier irá substituir o meu velho Pedro, que está cansado de fazer contas a quem fica aqui por cima e quem manda descer.

- Bom, Crato, agora podes ir, senta-te acolá e espera que venha o novo Pedro. Ele depois trata de ti! 

- Mas... Senhor, eram cinco... eram cinco!... Senhor, e então o quinto, quem era ele? - retorquiu Crato em pulgas porque é homem de simples números.

E Deus, demoradamente olhou Crato nos olhos, ficou em silêncio e nada mais disse.

E Crato, finalmente, percebeu!

Percebeu que Deus às vezes também gosta de dar uma perninha no nosso mundo.

E que, o que mais adora... é fazer-se passar por um de nós!



Por JC




domingo, 10 de Agosto de 2014

O FANTÁSTICO CRATO EMARANHOU-SE TODO NA SUA TEIMOSIA - E PORTANTO, OU DEIXA CAIR RAPIDAMENTE OS DESEJADOS EFEITOS DA PACC OU O ARRANQUE DO ANO LETIVO FICA EM PANTANAS!

Sem comentários:


Veja-se o calendário e cruze-se com o Decreto Regulamentar da PACC:

Artigo 9.º
[…]

2 - O pedido de consulta de todas as componentes da prova deve ser dirigido ao IAVE, I.P., nos dois dias úteis seguintes àquele em que a lista de classificações foi divulgada.

COMENTÁRIO: Como os resultados da PACC foram publicados em 4 deste mês, os dias 5 e 6 foram para pedir a consulta da prova.

3 - As reproduções das provas a que aludem os números anteriores devem ser remetidas ao requerente, para o endereço de correio eletrónico que consta do seu processo de inscrição, até dois dias úteis seguintes ao da entrada do requerimento.

COMENTÁRIO: A qualquer candidato que tenha pedido a prova no dia seis, pode muito bem esta só lhe ter chegado à sua caixa de correio até ao final do dia 8 de agosto.

4 - O pedido de reapreciação da prova é dirigido ao presidente do JNP nos cinco dias úteis seguintes ao da receção pelo candidato das reproduções da prova objeto do pedido de reapreciação.

COMENTÁRIO: Ou seja, um candidato que tenha recebido no dia oito de agosto a prova, pode pedir a reapreciação entre os dias 11 e 18 de agosto (15 é feriado).Depois há que tomar uma decisão acerca desse pedido que na melhor das hipóteses seria no dia seguinte, ou seja 19 de agosto.

5 - Da decisão que recair sobre o pedido de reapreciação da prova ou provas cabe recurso para o membro do Governo responsável pela área da educação, a interpor no prazo máximo de cinco dias úteis a contar da data de notificação da decisão ao requerente.

COMENTÁRIO: Portanto, se alguém decidir efetuar este recurso, tem desde o dia 19 (na melhor das hipóteses!) até ao dia 25 de agosto para fazê-lo. Como temos um ministro extremamente ponderado e rigoroso, acreditamos piamente que demorará pelo menos 24 horas a ponderar sobre esse recurso e só no final da tardinha do dia seguinte, ou seja, no dia 26 de agosto é que dará despacho. Ora, seria só nesse dia que as listas de colocação do Concurso Externo Extraordinário poderiam ser publicadas! Mas, azar dos azares, restam só três míseros dias úteis no mês de agosto para meter um prazo de reclamações do CEE, para fazer um concurso de mobilidade interna que demora uns dias valentes, e mais e mais e mais!


Definitivamente, Crato - o matemático - está reprovado nesta prova de cálculo e de bom senso, sem direito a recurso hierárquico! 

Portanto, demita-se senhor ministro! E quem o sustenta pode também fazê-lo, a bem da escola pública, dos professores e de...  Portugal!

terça-feira, 5 de Agosto de 2014

Professores contratados criticam ausência de resultados do concurso extraordinário

Sem comentários:

Bem dito sobre a incompetência para governar a escola pública e... já agora,  o país!

 

Contratados argumentam que não se devia ter aberto concurso de contratação sem saírem primeiro os resultados do extraordinário.



ver mais em:

http://www.publico.pt/sociedade/noticia/professores-contratados-criticam-ausencia-de-resultados-do-concurso-extraordinario-1665350



segunda-feira, 4 de Agosto de 2014

DATA PARA SAÍDA DAS LISTAS DO CEE /CONTRATAÇÃO INICIAL

Sem comentários:
Com milhares de professores num stress tramado à espera de saída das listas de colocação do CEE e de ordenação da contratação inicial, nem uma palavra do MEC, nem uma palavra das organizações sindicais.

Parece que as organizações sindicais fizeram um pacto de "cavalheiros" com o MEC desde os tempos idos em que houve encrenca da grossa com as datas anunciadas e não cumpridas para saída das listas. 

Desde aí, que os sindicatos deixaram de exigir com estrondo o anúncio de datas para a publicação das listas de colocação.

Mas o que se passa com este sindicalismo inerte? Então não é de ir para a comunicação social exigir respeito pelos candidatos que merecem ter umas férias sossegadas sem terem de estar a ser massacrados ano após ano com incerteza de datas, de colocações, de futuro profissional imediato?!

Que sindicalismo é este que, à parte uns textositos de revolta contida, publicados num canto escondido no respetivo site oficial, ou nem isso, se faz de tonto e não reclama sonoramente junto dos media.

Que governo é este que aproveita esta flacidez sindical para continuar a achincalhar os professores, em particular os atuais contratados, mas por arrasto os do quadro que têm de concorrer à mobilidade?!

É mesmo necessário o Arlindo se deitar a adivinhar datas para publicação de listas, ou bastaria um telefonema para a DGAE para exigirem que os professores sejam esclarecidos sobre o que se está a passar e qual o dia exato para publicação das listas?!

Que espetáculo deplorável este!!!

Vamos acabar com este longo ciclo de falta de respeito pelos professores!

Assinem a petição que lancei no início de julho para exigir o anúncio de um calendário concursal com datas bem definidas para saída das listas.

Clica aqui mesmo ao lado na petição ativa. 

LUTA PELA TUA DIGNIDADE!

domingo, 20 de Julho de 2014

Os professores que vigiarem a PAC podem ser...

Sem comentários:






... HIPOCRITAS, porque se esqueceram da sua ex-condição de contratados, ainda que há muito tempo;

... VENDIDOS, porque ao vigiarem estão há espera de algo indigno há custa dos mais fracos;

... COBARDES, porque é preciso dizer não, basta de humilhação, nem que seja dos colegas contratados;

... INSANES, porque estarão a colaborar num processo ele próprio senil;

... MEDROSOS, porque tudo o que seja ordem de serviço acham que é para cumprir, mesmo que seja para para humilhar os colegas;

... PIDESCOS, porque vão vigiar algo  pelo poder efémero e não pela autoridade da razão;

... PILATOS, porque vão lavar as mãos na água suja da indignidade;

... PROVINCIANOS, porque se vão deixar enganar pelas promessas de qualidade no ensino com esta PAC ou outra qualquer que inventem;

... LAMBE-BOTAS junto das direções escolares, para obterem mais aquele bocadinho que lhes falta;

... UMBIGUISTAS pois tudo o que não lhes toque pode ser;

... CEGOS, ou outra coisa qualquer, que pelo menos os deixe míopes na sua ténue consciência de cidadãos obedientes;

... BESTAS, porque essas são mandadas para a frente com a cenoura da bandalhice;

... CANALHAS, porque vigiar uma prova para tramar a dignidade de quem faz a prova e de quem não a faz mas está solidário com as vítimas, é de facto uma canalhice de todo o tamanho;

... UM DOS INCRÍVEIS 120 MIL que estiveram em Lisboa em luta contra a avaliação de professores e que desgraçadamente se esquece do que os moveu na altura, porque agora não lhes toca!


ESTA PROVA È UM ERRO na sua essência, mas tem uma virtude, só uma:

- VAI POR A NÚ QUEM É QUEM!